A Autobiografia enquanto exercício reflexivo de identificação e de integração das experiências de vida da pessoa e da pessoa inserida em diferentes contextos sociais, é o meio ideal para evidenciar competências, em especial as competências de Cidadania e Profissionalidade. Por isso, no Centro Qualifica, propomos-lhe que, ao redigir a sua autobiografia, o faça tentando relatar e refletir sobre situações de vida que sejam significativas para evidenciar as competências de CP definidas no Referencial de Competências Chave.

Ou seja, a minha proposta é :

  1. Com a ajuda do Guia de CP que se encontra disponível  em http://cqepcacilhas.wixsite.com/escacilhastejo/processo-de-rvcc-secundrio, comece por identificar na sua autobiografia as situações de vida que ajudem a evidenciar a competência correspondente a cada Domínio de Referência. Pode ter  necessidade de acrescentar mais situações de vida, para além daquelas que já se encontravam referenciadas.
  2. Assinale nos sítios adequados a competência ou competências que vai evidenciar. Por exemplo:  (CP5 Profissional), (CP2 DR4), (CP8 DR3) ou (CP1 DR4 + CP8 DR4).
  3. Não se esqueça que há competências de STC/CLC que podem ser evidenciadas em simultâneo com as competências de CP. Esse cruzamento entre áreas de competências diferentes está assinalado nos respetivos guiões. Nesse caso, considere por exemplo uma mesma situação de vida para evidenciar as competências (CP5 DR3 + STC/CLC 1 DR3). Outro exemplo: (CP7 DR4 + STC/CLC2 DR3)

Vamos agora ver como é que se deve desenvolver o texto destinado a evidenciar uma competência. Fundamentalmente ele deve conter três partes:

competencias

Gostaria de recordar que é possível evidenciar competências de CP (ou STC/CLC) a partir da leitura de um livro ou  de um artigo, por exemplo. Nesse caso, a introdução do seu texto deverá corresponder à identificação da obra, do autor e do editor; é importante fazer um breve resumo para identificar o contexto do livro ou artigo. Depois deverá desenvolver o seu texto de acordo com os critérios de evidência. A conclusão deverá corresponder à reflexão sobre a leitura que fez, indicando de que forma ela contribuiu para o seu desenvolvimento pessoal, social ou profissional.

Finalmente, não se esqueça que:

  1. Só se consideram validadas as competências quando o texto correspondente cumpre os critérios de evidência respetivos (sobretudo o terceiro).
  2. É obrigatório percorrer todos os Núcleos Geradores (CP1, CP2…CP8). Em cada Núcleo Gerador é obrigatório abordar pelo menos 2 Domínios, embora o ideal seja  a  validação do máximo de competências possível.
  3. Excecionalmente, quando não conseguir integrar uma ou duas competências na Autobiografia, poderá abordá-las em fichas de desenvolvimento. Nesse caso, deverá na mesma indicar qual o Núcleo Gerador e qual o Domínio que está a abordar.

Consulte também o  Blog de apoio às áreas de competências de Cultura, Língua e Comunicação e Sociedade, Tecnologia e Ciência: http://cacilhas1.blogspot.pt/

E agora, mãos à obra e BOM TRABALHO !