Há dias que compensam os dissabores da vida!

Pois há! A sessão de Júri de Certificação de ontem deu-me a certeza de que o meu trabalho, digam o que disserem, e diga quem quer que seja,  não é em vão! Por isso agradeço aos cidadãos+ pelo contributo que deram com o seu trabalho, para a minha realização pessoal e profissional. Já que os nossos governantes desvalorizam e menosprezam o nosso trabalho, aquilo que fomos capazes de fazer em conjunto (formandos, formadores e profissionais de RVC), deixa-nos a nossa consciência tranquila e a certeza que não estivemos a perder tempo, nem a dar certificados imerecidos.

Para variar, hoje transcrevo algumas ideias interessantes que estes cidadãos+ transmitiram nas suas apresentações de Júri de Certificação:

“ A pessoa não vale pelo que tem, ou pelo título que ostenta. Vale pelo que é por dentro!”

“ Nasci numa aldeia rural e nunca frequentei a creche ou o jardim de infância, porque o dinheiro não abundava. Mas fui vencendo barreiras e com o meu esforço cheguei a fuzileiro que é o meu grande orgulho.”

“O dia pode correr-me muito mal mas ao fim do dia, quando o meu filho corre para mim, tudo passa!”

“Hoje, concretizei o sonho de há muitos anos atrás porque fui mãe aos dezasseis anos (na altura pensava que tinha um Necuco!), o que me fez abandonar a escola. Agora, que o “bichinho” da escola voltou, não vou parar.”

“O Miguel e a Erica são os meus pilares. Sobretudo o Miguel, que é um menino especial e um grande professor de vida!”

“Estar aqui, mais do que as portas que me possa abrir, é uma alegria enorme por poder concluir uma coisa que ficou inacabada. Mas iniciei o processo por capricho e agora pode revelar-se uma ferramenta útil…”

Dou os meus parabéns à Ana Paula Santos, ao Pedro Rodrigues, ao Tiago Pereira, à Natália Borges, à Paula Madruga e ao José António Ferreira e desejo-lhes o maior sucesso pessoal e profissional.